RESÍDUOS SÓLIDOS AMEAÇAM NASCENTES EM CHIMOIO

RESÍDUOS SÓLIDOS AMEAÇAM NASCENTES EM CHIMOIO

Má gestão de resíduos sólidos, desmatamento da floresta nativa e construções desordenadas estão entre as principais ameaças às nascentes dos rios, na cidade de Chimoio.

A constatação é da docente e pesquisadora Kátia Gotine, especialista em gestão ambiental, de estudos desenvolvidos junto das nascentes dos rios Mwenedzi e Nhamatsani, em Chimoio.

Para a académica, estes factores podem gorar a meta de acesso universal à agua até 2030.

Gotine sugere a vedação das áreas das nascentes, colocação de placas de identificação, limpeza e desobstrução como medidas de baixo custo para salvar as nascentes dos rios.

Kátia Gotine fez estes pronunciamentos, sexta-feira, 26 de Agosto, na quarta reunião do Grupo de Água e Saneamento que juntou técnicos do sector de Obras Públicas das províncias de Manica, Tete e Sofala, na cidade de Chimoio.

Notícias